Tenho visto muitos artigos e comentários sobre pessoas que se dizem coach (profissão que está em alta no Linkedin). Em outros casos, vejo pessoas que dizem ser bobagem a contratação de um coach ou a realização de um coaching. Já coach intitulado Headhunter falarei em outro artigo, uma vez que esse assunto pra mim é bastante polêmico. E tudo isso sempre faz as pessoas pensarem se vale a pena contratar um coach.

Em algum momento da sua carreira você ficará diante de pelo menos um dos cenários citados acima. E é por motivos bem parecidos com esses que muitos profissionais recorrem ao coaching.

O processo de Coaching te fará pensar a respeito de sua vida e carreira. Além disso, mostrará que ter sonhos o ajuda a manter o foco em algo pelo qual dedicamos nosso tempo e nossa energia, em vez de desperdiçar os dois com atividades, pessoas e pensamentos que não vão nos levar a lugar algum. A não ser a estagnação de sempre.

Como disse o Gato de Cheshire à Alice no romance de Lewis Carrol, Alice no País das Maravilhas, se ela não souber para onde quer ir, qualquer caminho servirá.

O objetivo principal deste artigo é contar minha experiência na contratação de um coach de carreira. E afirmo que escrevo sem intenção nenhuma de divulgação de profissionais, apenas como relato de uma experiência que pra mim foi muito válida e de grande valor profissional.

Mas afinal:

O que é um Coach?

O Coach (profissional habilitado que aplica o Coaching) é uma espécie de técnico capaz de motivar e conduzir o seu cliente ao alcance de seus objetivos. Por isso o termo “Coach”, que em Inglês significa treinador. Este profissional surgiu em meados da década de 1960 nos Estados Unidos.  A ideia inicial era aplicar as técnicas de desenvolvimento de atletas na vida profissional, formando líderes mais capacitados.

E por que um Coach vai me ajudar?

Pode-se contratar um coach a qualquer momento da sua vida, mas as pessoas costumam fazer isso quando:

  • Estão em busca de recolocação;
  • Almejam compreender o seu momento de carreira e ferramentas para sair da situação do desemprego;
  • Buscam também quando estão cansadas de trabalhar no mesmo lugar;
  • Quando buscam evolução na carreira, quando querem tomar uma grande decisão, mas não conseguem, ou simplesmente quando querem a junção de se tornar pessoas e profissionais melhores.

O coaching auxilia na quebra de paradigmas, trabalham metas, planejamentos, conquistas e, principalmente, a força e a diferença que faz ter um objetivo definido.

O coaching traz como consequência, a qualidade de vida, uma vez que você passa a administrar melhor seu tempo, você saberá aonde quer chegar e não ficará dando voltas.

Ter uma visão assertiva em relação a sua carreira é um diferencial.

Minha experiência

Procurei um profissional de coaching na orientação pela recolocação profissional. No início fiquei um pouco apreensiva, existem inúmeros profissionais no mercado e queria naquele momento fazer uma boa escolha, um profissional que realmente agregasse conhecimento e ferramentas para meu próximo passo: um plano de ação em recolocação e claro que fosse um bom investimento.

Estando disponíveis no mercado os recursos financeiros são escassos e este processo possui um valor considerável ($) para ter esse tipo de assessoramento.

Passada a busca pelo profissional, iniciei o processo, por já ser da área de Recursos Humanos de início logo me encantei por mais essa ferramenta, que sem sombra de dúvidas foi um divisor de águas na minha vida.

Quando estamos disponíveis no mercado estamos com muitas idéias, medos, querendo saber qual foi ou é nosso problema, buscamos incansavelmente vagas e meios de encaminhar curriculum.

Vejo muitos profissionais que nem param para fazer uma avaliação sobre sua carreira, seus pontos fortes e fracos, o que até aquele momento foi importante, o que deveria ser mudado, o que está dando certo, plano para os próximos meses, anos e até plano um plano de carreira a curto, médio e longo prazo.

Com certeza todo profissional tem sua história e seus frutos devem ser exaltados, todo mundo tem qualidade e muito a oferecer. Ao passar dos anos também sabemos onde queremos chegar, é hora também de saber e se desafiar a criar um plano de carreira para definir onde e quando chegaremos aos nossos objetivos utilizando, por exemplo, em uma escala de progressão.

Dicas

Passado esse processo, em relação ao coaching minha primeira grande dica é “aumente sua rede de relacionamentos”, sabe aquela sua vizinha que chega todo dia tarde do trabalho, que tal puxar assunto e saber a respeito do trabalho dela? Sabe aquele colega de faculdade que há muito tempo não conversa, será que não é a hora de convidá-lo para um café? E aquele ex-chefe que sempre elogiava o seu trabalho, não é hora de procurá-lo e dizer que está em busca de oportunidades?

Mais do que isso, esteja aberto a ajudar pessoas, conhecidas ou não você através de suas ações poderá ser um agente de mudanças, coisas boas aparecem para pessoas boas, ajudar o próximo faz muito bem.

Compartilhe, mande uma mensagem, seja positivo, elogie, converse, você pode muito através do próximo, ouse ser alguém que seja luz na vida de alguém que esteja precisando de ajuda.

Li um artigo certa vez aqui no LinkedIn que dizia muito isso, a rede de relacionamentos deve ser alimentada não somente quando se está em busca de mudanças, mas SEMPRE!!! Todo e qualquer pessoa vive de relacionamentos.

E vale a pena o investimento?

Minha opinião a respeito do Investimento em coaching é a seguinte: peça referências, analise o LinkedIn do profissional, veja sua trajetória. Contudo, nada vale a contratação de um bom coach se realmente você não estiver comprometido com os seus sonhos e com a perspectiva de uma vida mais próspera e diferente da que você leva hoje, neste caso você vai jogar dinheiro no lixo.

Lembre-se: o coach não é milagre. É a junção do profissional de coach com o coachee comprometido que se propõe a dar a sua melhor nesse processo a fim de que alcance seus objetivos.

É necessária muita disciplina e persistência, o coach te orienta agora quem decide aonde quer chegar é você!

Depois de passar por um processo de coaching, o profissional consegue melhorar seu relacionamento com o trabalho. Ele passa a gerenciar melhor sua equipe e alcança bons resultados.

Além de promoções de cargo, ele ainda obtém benefícios pessoais, como controle de estresse, melhor gestão do tempo e até perda de peso. Muitos profissionais até voltam a praticar esportes, pois passam a gerir suas rotinas de forma mais organizada.

Escrito por Glauce Barbosa Alves, Consultora de Recursos Humanos/Coach de Carreira Autônoma.

WhatsApp chat